Gosto da definição de objetivos que diz: “objetivos são metas e alvos bem definidos que lhe dão direção e motivação”.

Ter objetivos claramente definidos traz uma série imensa e valiosíssima de benefícios:

    1) Ajuda você a organizar melhor seu tempo e a escolher suas prioridades.
    2) Ajuda você a organizar e priorizar a utilização de recursos.
    3) Ajuda você a monitorar seu progresso.
    4) Ajuda você a ter foco na busca de conhecimento e no que precisa estudar.
    5) Ajuda você a focar nas habilidades que precisa desenvolver.
    6) Ajuda você a ser persistente e manter-se motivado/a.
    7) Ajuda você a entender o que está faltando para avançar e ter sucesso.

Com uma lista dessas, espanta-me que ainda tenhamos tanta gente sem estabelecer objetivos.

Você já deve ter me visto citar um famoso estudo de Harvard, realizado em 1979, que demonstrou o seguinte:

    a) 3% das pessoas tinham objetivos claramente definidos e colocados por escrito no papel
    b) 13% tinham objetivos mas não estavam claramente definidos ou não foram colocados no papel.
    c) 84% das pessoas não tinham objetivos claramente definidos.

10 anos depois, em 1989, os 3% ganhavam 10x mais, em média, do que o resto do grupo. Esses 3% tinham mais dinheiro, casamentos mais estáveis e melhor saúde do que os 97% restante.

Ou seja: grande dica para a alta performance é estabelecer metas claras e objetivas e colocá-las no papel.

Mas só isso não adianta. Existem vários erros cometidos ao estabelecer metas e é sobre isso que quero falar com você hoje.

Nos meus trabalhos como coach e consultor, encontrei 25 grandes erros no estabelecimento de metas. Veja se você está cometendo algum deles (ou alguém que você conhece):

    1) Obviamente, o maior erro de todos é não estabelecer metas (e não entender o PODER das metas).
    2) Não colocar suas metas no papel.
    3) Metas fáceis demais de serem alcançadas, sem desafio, baixa motivação.
    4) Metas claramente impossíveis de serem alcançadas (ou com baixíssima, baixíssima probabilidade) dentro do cronograma definido.
    5) Não colocar uma data-limite na meta (permite que você continue ‘enrolando’).
    6) Metas não específicas (lembre do ESMART: Específica, Mensurável, Alcançavel, Relevante, Tempo para realizar/alcançar).
    7) Foco exagerado em metas quantitativas/numéricas e não no aprimoramento contínuo e no seu desenvolvimento.
    8) Excesso de metas.
    9) Estabelecer metas em só uma área da sua vida. (Você precisa lidar com o ‘todo’).
    10) Não deixar suas metas em lugar visível para constante lembrança.
    11) Metas ‘negativas’ (Não quero fumar – faz você pensar em ‘fumar’…)
    12) Objetivos que não são na verdade seus (acaba faltando motivação e engajamento para atingi-los).
    13) Não identificar qual o próximo passo a ser dado no seu plano de ação (tendência à passividade).
    14) Não visualizar em detalhes as conseqüências positivas de atingir a meta (saborear mentalmente aquele momento de sucesso é muito motivador!).
    15) Não planejar os passos necessários para atingir o objetivo.
    16) Não preparar-se mentalmente para as dificuldades que podem surgir.
    17) Não definir seus valores e princípios pessoais ANTES de definir suas metas pessoais e profissionais.
    18) Definir metas e depois não dar-lhes prioridade (falta de FOCO).
    19) Não separar tempo para estabelecer metas seriamente nem revisá-las com freqüência.
    20) Ter medo do fracasso (acredite – acontece com muita gente).
    21) Medo da rejeição e do ridículo (o que as pessoas vão dizer?)
    22) Preguiça e acomodação (tá ruim mas tá bom… podia ser pior!).
    23) Não aprender com os erros.
    24) Falta de confiança em si mesmo, não acreditar de verdade que pode alcançar metas ambiciosas, desafiadoras (são as pessoas que desistem antes mesmo de começar).
    25) Medo de assumir RESPONSABILIDADES e de ter que fazer trocas/ abrir mão de algumas coisas.

Reveja suas metas e pense se está cometendo algum destes erros.

Se sim, como pode revisar suas atitudes em relação às metas para melhorar seus resultados, buscando a alta performance?

Se você é lider, reveja com a equipe como eles/elas estabelecem suas metas. Organize uma discussão/apresentação sobre estes erros e ajude sua equipe a estabelecer melhores metas, a desafiar-se, a crescer, e a conseguir todos os objetivos que uma boa meta traz:

    1) Ajuda você a organizar melhor seu tempo e a escolher suas prioridades.
    2) Ajuda você a organizar e priorizar a utilização de recursos.
    3) Ajuda você a monitorar seu progresso.
    4) Ajuda você a ter foco na busca de conhecimento e no que precisa estudar.
    5) Ajuda você a focar nas habilidades que precisa desenvolver.
    6) Ajuda você a ser persistente e manter-se motivado/a.
    7) Ajuda você a entender o que está faltando para avançar e ter sucesso.

Abraços de alta performance e boas vendas!