Na maioria dos casos, dentro do mercado de Vendas Diretas, as pessoas investem tempo, dinheiro, esforço individual e em grupo, para cadastrar uma nova pessoa dentro das mais diversas equipes de nossas empresas. E, de acordo com a minha experiência, o que tenho vislumbrado em diversos lugares, são pessoas preocupadas apenas em cadastrar.

Do contrário, faz-se necessário não somente o ato de realizar um cadastro, mas de patrocinar novos membros na equipe, de forma responsável. Desta forma, considerando a nossa experiência neste campo de atuação, podemos contribuir, orientando as pessoas sobre o que, como e quando fazer.

Que tal ajudar a nossa equipe a caminhar em direção ao sucesso?

Outro dia, vi uma frase que me chamou a atenção: “O que eu não sei, eu aprendo! E o que eu aprendo, eu ensino”. O que precisamos aprender e como podemos ensinar?

Creio que, para se crescer neste mercado, precisamos, a princípio, de uma lista de contatos. Quando pensamos em contatos, muitos de nós listamos automaticamente muitas pessoas. Contudo, na verdade, precisamos de poucas pessoas comprometidas e interessadas em crescer, de forma coerente.

Ao identificarmos estas pessoas, nós podemos junto a elas, identificar e duplicar dentro da rede de relacionamento delas, outras pessoas igualmente comprometidas, e que venham a ter um objetivo comum dentro da Venda Direta.

Imaginem se pudermos criar uma estratégia onde as pessoas tenham acesso à informação de maneira mais direta e precisa, de como fazer, o que fazer, onde e quando fazer, atrelando a isto, também, a questão motivacional?

Em um meio onde as pessoas ficam frequentemente oscilando entre “certezas” e “incertezas”, entre o “quero” e o “não quero”, entre “continuar” ou “parar”, nós, que temos mais experiência e estamos aptos a desenvolver a liderança neste tipo de negócio, precisamos estar conectados com esta equipe, orientando e duplicando o sistema próprio de cada empresa, até que a mesma adquira segurança.

Um grupo instruído e coeso caminha com mais velocidade. E o seu desenvolvimento é crescente e notório.

Devemos estar sempre buscando mais informações e nos dedicando cada vez mais ao nosso trabalho. Com o tempo, vamos percebendo que algumas pessoas na nossa equipe se destacam e crescem mais rapidamente, dentro do plano de marketing que desenvolvem. É neste momento que precisamos introduzir os treinamentos diferenciados, de acordo com os níveis de graduação de cada um, tornando possível apresentar a mesma temática, de maneiras diferentes, atendendo a diversos públicos e eliminando de nosso meio as palestras consideradas cansativas, repetitivas e entediantes.

Com o tempo, a equipe vai selecionando naturalmente outras pessoas, formando novas equipes e nos ajudando a identificar novos líderes e liderados. Com isso, o trabalho passa a ter um formato mais estratégico e a apresentar resultados mais sólidos a curto, médio e longo prazos, onde certamente o distribuidor se agrada cada vez mais e aumenta a sua vontade de trabalhar!

Pessoas felizes trabalham melhor e ajudam mais as pessoas que estão ao seu redor, para que produzam mais.

Certamente, este é ou deveria ser o desejo de cada líder.